Há muitas maneiras de melhorar o sinal de Wi-Fi, mas, sem dúvida, posicionar o roteador corretamente é uma das mais eficientes de otimizar conexão. O local do aparelho determinará a distância e força alcançadas pela onda de rádio nos vários ambientes da casa ou escritório.

Por isso, é muito importante saber o que ajuda e o que prejudica o sinal transmitido pelo roteador. Confira as dicas a seguir e obtenha o melhor desempenho possível da sua rede sem fio.

O recomendado é que o roteador seja sempre posicionado no centro dos ambientes. O sinal tende a chegar em toda a casa. Não é ideal, por exemplo, ter um roteador em um dos quartos mais distantes enquanto poderia tê-lo na sua sala. Sempre posicione qualquer equipamento Wi-Fi o mais alto possível.

Como devem ficar as antenas do roteador?

Antes de conseguirmos identificar a melhor opção, é preciso saber para que serve a antena do roteador. A peça tem como finalidade aumentar o ganho do sinal, seja na recepção ou na transmissão de dados. Isso significa que concentra e aumenta o campo de abrangência do Wi-Fi.

Normalmente, o melhor jeito de posicionar a antena externa é deixando-a reta para cima, o que fará com que o sinal se espalhe de forma horizontal. Mas se o objetivo é fazer com que o Wi-Fi chegue em diferentes andares, o ideal é deixar a antena deitada – assim, as ondas serão disseminadas verticalmente.

Não coloque o roteador na beirada ou próximo a janelas ou porta de varandas. A exposição ao sol pode superaquecer o aparelho, ao passo que temperaturas muito baixas também são nocivas.

Deixe um comentário